Montando um ambiente de desenvolvimento Python / Django no Mac OSX

Depois de muito não encontrar nada para postar aqui, e ter meus problemas todos sanados por artigos já escritos na internet. Encontrei algo útil quando fui instalar meu velho amigo framework Django com a biblioteca PIL assim como uma atualização da linguagem de programação Python, da versão 2.6.1 para versão 2.6.4.

Antes de mais nada o Ambiente:

Mac OS X 10.6.2 (Snow Leopard)
Python 2.6.4
IPython 0.10
PIL 1.1.7
Django 1.1.1

Vamos então aos procedimentos realizados:

Para chegar a este resultado, primeiramente instale o Mac Ports, você pode encontrar ele aqui e se
ainda tiver alguma dúvida para a instalção do mesmo, é só ir até a página do projeto

Já com o Mac Ports instalado, vamos instalar a Python 2.6.4, para tal basta chamar o comando de um terminal:

$ sudo port install py26-ipython

Obs: Porque eu pedi para instalar direto o IPython? Simples, eu acredito que a maioria das pessoas que programem em Python gostam de aproveitar dos recursos do IPython, sendo assim e, chamando o comando de instalação do mesmo pelo MacPorts, o MacPorts já resolve todas as dependências (dentre elas a linguagem de programacao
Python) e instala tudo perfeitamente.

Até aqui você já tem metade dos ítens do seu ambiente instalados, agora ficou faltando só falar para o Mac OSX qual versão da Python você deseja utilizar quando chamar o comando ” $ python ” do terminal. Sendo assim, para que o Mac OSX chame a versão que o Mac Ports terminou de instalar, você vai precisar baixar um software que lhe auxiliará nesta tarefa também através do Mac Ports:

$ sudo port install python_select

Já com o python_select instalado, chame o comando:

$ sudo python_select python26

Com isso, você acabou de dizer para o Mac OS X que quando você chamar o comando ” $ python” de um terminal, é para ele chamar a shell da versão mais nova, ou seja, da versão 2.6.4.

Ficou faltando só instalar o Django e a PIL correto? Vamos lá então.

Antes de mais nada, você vai notar que ao chamar o comando ” $ ipython ” de um terminal ele vai abrir a shell da Python 2.6.1, que veio com o sistema operacional. O comando correto é ipython-2.6. E o comando ” $ easy_install ” segue esta mesma lógica que vai precisar ser chamado pelo ” $ easy_install-2.6 ” então para instalar o Django chame do terminal:

$ sudo easy_install-2.6 django

E pronto, já temos o framework Django 1.1.1 instalado corretamente. Para melhorar o ambiente de desenvolvimento, também seria interessante adicionar o comando ” $ django-admin.py ” na sua pasta ~/bin/ para que você possa chamar o mesmo de qualquer local do sistema, para isso, chame os seguintes comandos:

$ cd ~/bin/
$ ln -s /opt/local/Library/Frameworks/Python.framework/Versions/2.6/lib/python2.6/site-packages/Django-1.1.1-py2.6.egg/django/bin/django-admin.py django-admin.py

Ainda falta a PIL, vamos lá então. Para instalar a PIL (Python Image Library). Você precisa ter instalada a biblioteca libjpeg no seu sistema operacional, caso não tenha ainda, instale através do Mac Ports:

$ sudo port install jpeg

Depois vá até o site da PIL e baixe o Source Kit da versão (no nosso caso 1.1.7) que pode ser encontrado aqui

Vá até a pasta onde você realizou o download do arquivo e abra o mesmo. Depois de um terminal vá até a pasta gerada e chame o comando:

$ sudo python setup.py install

Pronto, tudo funcionando perfeitamente e sem dor de cabeça.
Até a próxima.

Anúncios

4 Responses to Montando um ambiente de desenvolvimento Python / Django no Mac OSX

  1. A linha $ sudo ports install python_select, deve ser $ sudo port install python_select. Com port sem o “s”.

    Parabéns pelo artigo.

  2. pognation says:

    Modificação feita! Obrigado pelo feed-back.

  3. Daniel says:

    Olá,

    Ocorreu o seguinte erro ao executar o primeiro comando:
    —> Computing dependencies for py26-ipythonError: Unable to execute port: can’t read “build.cmd”: Failed to locate ‘make’ in path: ‘/opt/local/bin:/opt/local/sbin:/bin:/sbin:/usr/bin:/usr/sbin’ or at its MacPorts configuration time location, did you move it?
    Before reporting a bug, first run the command again with the -d flag to get complete output.

    alguma idéia do problema?

    Abraço

  4. Crisdut!! says:

    E ai cara, valeu tava procurando um material desse….estou tentando ser um pythoniano…hehehe

    Sucesso!

    Falow!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: